Novo Honda HR-V Turbo pode atrasar por falta de semicondutores


Apresentada no início de agosto, a nova geração do Honda HR-V fez uma estreia em dois tempos. Como versões com o motor 1.5 flex aspirado com injeção direta de combustível já começou a ser fornecido. No entanto, os modelos mais completos com o 1.5 turbo flex só devem chegar às lojas em outubro.

Ao menos esta era uma previsão inicial. A Honda já tinha paralisado a linha de produção de Itirapina (SP), de onde sai o SUV, entre os dias 15 e 23 de setembro. No entanto, confirmou-se que será necessário realizar uma nova suspensão de montagem na linha de montagem os dias 3 e 14 de outubro. O motivo é o mesmo: falta de semicondutores. No total, somadas como paralisações, fábrica fixada por 21 dias.

Novo Honda HR-V Turbo chegará “no menor tempo possível”

Contatada por Motor1.coma Honda Automóveis do Brasil confirmou a paralização:

“O desabastecimento de semicondutores, que afeta a indústria de maneira global, segue impactando as operações da Honda no Brasil. Por esse motivo, a Honda Automóveis foi definida para a suspensão da produção de sua fábrica Itirapina entre os dias 15 e 23 de setembro e 3 e 14 de outubro”.

Durante a apresentação da nova geração do HR-V, a Honda confirmou duas configurações mais completas que serão equipadas com o propulsor 1.5 turbo flex: Advance e Touring. No entanto, ao contrário das variantes EX e EXL, com motor 1.5 aspirado flex, suas vendas individuais exatamente em outubro.

Mas, se a fábrica do HR-V não consegue justamente atingir o prazo, a Honda vai conseguir tal prazo? De acordo com o Negócios automotivosa marca teria informado que os primeiros lotes do SUV com motor turbo flex serão direcionados para as lojas, tanto para mostruário quando para testes.

Tais unidades chegarão de fato em outubro. Porém, quanto às entregas aos consumidores, a empresa só teria que “segue empresa empenhada em garantir a disponibilidade dos veículos no menor prazo”. A situação ainda aos fornecedores e trabalhando para minimizar os impactos aos clientes.

O novo motor 1.5 turbo flex do Honda HR-V

Honda HR-V 1.5T Touring 2023

Honda HR-V 1.5T Touring 2023

Um motor 1.5 turbo não é exatamente novidade para o Honda HR-V. Ele já era importado na geração anterior, mas era importado e rodava apenas com gasolina. Nesta configuração antiga, rende 173 cv de potência a 5.500 rpm e 22,4 kgfm de torque entre 1.700 e 5.500 rpm. Mas isso mudou.

Com a apresentação da linha 2023, a Honda anunciou a nacionalização do propulsor 1.5 turbo. Além disso, ele passou a ser flex e, abastecido com etanol, está entregando 177 cv a 6.600 rpm e 24,5 kgfm entre 1.750 e 4.500 rpm, ou seja, com 5 cv e 2,1 kgfm extras comparados ao anterior.

Segundo o site do fabricante, não há potência e torque independentemente do combustível que não esteja no tanque (etanol ou gasolina). O HR-V 1.5T sempre contará com uma transmissão automática CVT com simulação de 7 marchas, com a opção de trocas manuais pelas aletas atrás do volante.

Outro dado relevante já publicado pela Honda em seu site oficial é o consumo do HR-V 1.5 turbo, que faz 7,9 km/litro na cidade e 8,8 km/l na estrada quando abastecido com etanol, enquanto que com gasolina o Melhoria e chega a 11,3 km/l no consumo urbano e 12,6 km/l no rodoviário.


VEJA MAIS NO CANAL DO MOTOR1.COM



MOTOR1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *